Monday, March 16, 2009

Em desalinho


Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não pára...

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...

3 comments:

Anonymous said...

Paciência, Lenine, obra-prima!

Isa Bentes said...

é...Caros Amigos é uma revista fantástica.

E essa música do Lenine é recomendada ouvir nos dias de intenso stress. relaxa, alivia, acalma.

besos.

me said...

Essa figura é do PostSecrets?

Eu tb finjo (em ambos).